© 2019 Mídia Digital por Renato Gomes

  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Twitter Preto
  • Preto Ícone Instagram
  • Renato Gomes

Ex-aluno se recusa a sair de escola e PM é acionada

Vídeos do momento da retirada do jovem circulam pelas redes sociais gerando discussões

Na manhã da última quarta-feira (4) a Policia Militar de Jardinópolis foi acionada por um funcionário da Escola Estadual “Professor Plínio Berardo”, pois um ex-aluno estava dentro da escola e se recusava a sair.


O jovem de 17 anos perdeu a vaga da escola após várias faltas seguidas, e na manhã do ocorrido ele foi até a escola achando que ainda era um aluno. Ele foi instruído pelos inspetores sobre a sua situação e mesmo após pedirem que se retirasse das dependências da escola, ele preferiu continuar ali.


Recebemos informações que atentam para o fato de o jovem já ter tido outros problemas no passado dentro da escola enquanto aluno, sendo acompanhado já a algum tempo pelo Conselho Tutelar.


Quando a PM chegou na escola, foi pedido para que o jovem saísse, e após a recusa, a PM teve que tirar o jovem a força da escola.


Esse momento foi filmado por outros alunos e vários vídeos compartilhados nas redes sociais, gerando inúmeras discussões sobre a atuação da PM e sobre a conduta do jovem.


De agressão policial até agressão do jovem contra funcionários, os assuntos tomaram diversas proporções.


Conversamos com o Conselho Tutelar sobre o ocorrido que nos informou que eles foram acionados logo depois, chegando somente após a atuação da PM, mas o jovem estava contido dentro da escola, pois após a sua retirada pela PM, ele teria voltado para a escola. O Conselho Tutelar não tem informações sobre qualquer agressão dele contra algum funcionário da escola e acompanharam o jovem até a delegacia, esperando a chegada de um responsável, onde foi lavrado um B.O.


Entramos em contato com a Escola Plínio Berardo que pediu para que entrássemos em contato direto com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo que nos passou a seguinte nota sobre o ocorrido:


“A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) abriu uma apuração sobre o episódio ocorrido na Escola Estadual Professor Plínio Berardo, em Jardinópolis, e colabora com a Polícia para esclarecer o fato.”


Após a retirada do jovem, se formou um pequeno tumulto dentro da escola, e os alunos começaram a abandonar as salas de aula, muitos foram para o pátio da escola, e logo em seguida um grupo desses alunos arrebentou um cadeado e quebraram o portão da escola, com isso muitos deles foram embora sem a permissão da diretoria, alguns vídeos desse momento também circularam pelas redes sociais.

Foto: Renato Gomes

JARDNET-BANNER-TOPO.jpeg
  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Twitter Preto
  • Preto Ícone Instagram