• Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Twitter Preto
  • Preto Ícone Instagram
  • Renato Gomes

Jardinópolis não sabe mais o que é verdade ou mentira sobre o coronavírus

Falta de informação e diálogo da Prefeitura e órgãos públicos com a população, deixam as pessoas especulando se existem ou não casos suspeitos ou até mesmo confirmados

Desde que o surto da Covid-19, ou coronavírus foi declarado Pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no dia 12 de março, governos de todo mundo tem tomado medidas de prevenção e contenção do avanço da doença.


No Brasil alguns estados tem tomado medidas próprias, ainda que seguindo protocolos estabelecidos pelo Governo Federal, com o Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus COVID-19.


O Governo do Estado de São Paulo por exemplo, implantou um Plano de Risco e Resposta Rápida para Coronavírus, onde além de monitoramento, ainda contam com prevenção e divulgação da situação quase em tempo real, pelo menos diariamente.


Entre algumas medidas já tomadas estão a paralisação gradualmente das aulas das escolas estaduais, assim como universidades, além de divulgações diárias das situações envolvendo os casos suspeitos e os confirmados.


O Governador João Dória chegou a sugerir que estabelecimentos como cinemas, casas de shows e espetáculos, bares e shoppings, fechassem suas portas por um tempo para evitar a aglomeração de pessoas.

Nos dados atualizados desta terça-feira (17) pela OMS, houve 184.976 casos confirmados e 7.529 mortes em decorrência do novo coronavírus (Covid-19) em 159 países e territórios. No Brasil seriam 314 infectados em 17 estados e no DF. Último balanço oficial do Ministério da Saúde aponta 234. Já a OMS informa 235.


A primeira morte em território brasileiro foi confirmada na manhã de hoje, um homem de 62 anos que tinha diabetes, hipertensão e hiperplasia prostática faleceu na cidade de São Paulo, a Secretária Estadual de Saúde afirma que 162 casos da doença em São Paulo já foram confirmados até esta terça-feira (17). Pelo menos 154 pacientes infectados pelo covid-19 estão na capital paulista e os demais em oito municípios da Grande São Paulo.


Outras cidades do interior paulista tem quase que diariamente divulgado informações para ajudar na contenção e proliferação do vírus, como Planos de Contingência, dicas e cuidados que se devem tomar, como agir em caso de suspeita, o que fazer e o que não fazer, além também, de combater as fake News que mesmo em tempos como este, acabam se espalhando.


Cidades como Ribeirão Preto, Batatais, Monte Alto, Sales Oliveira, Franca, e tantas outras que fazem publicações todos os dias alertando a população, além de Lives com o Prefeito e Secretários de Saúde e agentes da Vigilância, justamente para informar sua população da situação em sua cidade, estado e país.


Mas infelizmente esse parece não ser o caso da cidade de Jardinópolis, até o presente momento as únicas medidas oficiais tomadas e divulgadas pela própria Prefeitura através de sua página oficial no facebook foram:


Nota sobre uma fake News divulgada na última sexta-feira (13)


“Nota Importantíssima sobre Coronavírus

Informamos que em nosso município até o presente momento (13/03/2020 às 13h50min) NÃO HÁ REGISTRO ALGUM OU CASO SUSPEITO DE CORONAVÍRUS, TAMBÉM CONHECIDO COMO COVID—19.

Estamos seguindo o protocolo municipal que foi elaborado com base no protocolo do Ministério da Saúde e as medidas de controle também sugeridas pelo Ministério da Saúde.

Por gentileza, não repassem informações FALSAS (Fake News), isso só gera pânico.

Manteremos um canal de informação via site oficial da Prefeitura Municipal de Jardinópolis para assim transmitir noticias reais.

Assinam a nota: Secretaria Municipal de Saúde e Superintendência de Vigilância Sanitária e Epidemiológica. AIPMJ/RS”


Nota da Secretaria da Educação no último sábado (14) sobre a não obrigatoriedade dos alunos da rede municipal de comparecerem durante essa semana as aulas, sem o risco de faltas


“Nota da Secretaria de Educação de Jardinópolis

Comunicamos aos senhores pais e / ou responsáveis dos alunos da rede pública, que a partir da próxima segunda-feira (16/03), aqueles que optarem em deixar o filho em casa, não será registrada falta.

A Secretaria Municipal de Educação estará divulgando novas orientações nas unidades escolares, aqui no Facebook e demais canais de comunicação a partir de 16/03. AIPMJ/RS”


Nota da Secretaria da Cultura e Turismo na última segunda-feira (16) sobre o cancelamento ou adiamento de alguns eventos, mas que sem explicações foi apagada da página oficial da Prefeitura.


Fora essas notas, mais nenhuma informação oficial foi divulgada.


O grande problema aqui são as quantidades de informações desencontradas que circulam por grupos de whatsapp e facebook, além de perfis pessoais, onde pessoas chegaram a afirmar que existem pessoas suspeitas de estarem contaminadas, uma informação passada a frete segundo nos chegou anonimamente, conta que um suposto enfermeiro do Pronto Atendimento "Leni Balan Jacomini", estaria divulgando que existem 3 pessoas suspeitas na cidade, outro boato é que um funcionário da Prefeitura estaria também suspeito da contaminação.


Segundo informações extra oficiais, Jardinópolis não conta com nenhum caso suspeito e muito menos um caso confirmado, tudo não passaria de boato e especulação.


Tentamos contato no sábado com a Prefeitura através de email logo após a divulgação da nota sobre as escolas, e como resposta nos foi informado:

“Por hora, a única decisão é que foi publicada no Facebook. Qualquer outra novidade estaremos divulgando pelo Facebook.”


A Escola Estadual Prof Plínio Berardo aparentemente divulgou uma nota aos pais de alunos avisando sobre essa semana do dia 16 ao dia 20, que não teriam faltas, e que a partir do dia 23 as aulas estariam suspensas até o dia 27.


Na manhã de hoje (17) enviamos outro email para a Prefeitura, dessa vez pedindo informações sobre os supostos casos suspeitos, e também se existe algum plano de contenção ou medidas que seriam tomadas pela prefeitura, além de pedir algum posicionamento direto do Prefeito Municipal, Paulo Brigliadori.


Até a publicação desta matéria não recebemos resposta.


Essa não é a primeira vez que não recebemos respostas da assessoria de imprensa da prefeitura, diversos email e as vezes contato feitos com secretários que dependem da autorização da prefeitura para passarem informações, são ignorados, ou pelo menos, as respostas não nos chegam.


A situação não é para um pânico geral, mas a falta de comunicação da prefeitura com órgãos de imprensa e mesmo diretamente com a população, piora a situação no todo, pois deixa os munícipes sem respostas do que será feito.


Quando tivermos mais informações iremos atualizar essa matéria ou faremos em novas publicações.

  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Twitter Preto
  • Preto Ícone Instagram