top of page
  • Divulgação

Reunião do CONSEG debateu segurança pública com autoridades e munícipes de Jardinópolis

Perturbação do sossego público é tema de debate entre munícipes no auditório da Câmara de vereadores na noite da última terça-feira (27)

 

O intuito desta foi discutir meios para combater a perturbação de sossego que vem causando bastante incomodo além de receio a segurança em alguns bairros na cidade dentre eles no assunto o bairro Cidade Nova e Avenida Pref. Newton Reis.

 

A reunião contou com a presença dos vereadores Leandro Moretti, Dalva Siqueira, Cleber Bicicletarfia, e Gustavo Sabá, a presidente do Conselho Municipal de Segurança (CONSEG) Alessandra Riul, o vice presidente Rafael R.P. Martins, também das autoridades o delegado Dr. André Baldochi, a funcionária Elaine, o PM Coronel Walter Gustavo, o PM Tenente Ribeiro, Cabo Olésio, o secretário de trânsito da cidade Sargento Cezar, e alguns moradores da cidade que estiveram presentes.

 

Foi discutido também uma minuta de um projeto que deverá ser votado na Câmara do vereadores que dispõe um convenio com o Estado de São Paulo para uma atividade delegada no serviço sobre o sossego público.

 

Dentre este assunto outros relativos a segurança também foram de destaque na reunião, sendo eles: furtos, roubos, violência na porta da escola (esta que causou bastante repercussão na semana passada na porta da escola Plinio Berardo). Entrou também a tão desejada Politica Publica que seria de grande ajuda em várias questões.

 

O Coronel Gustavo abriu a reunião destacando que este projeto daria poder a Polícia Militar na fiscalização e aplicação de multa já no local, para que não tenha que depender da Prefeitura, ressaltando que isso através da atividade delegada. “Aumentar a atividade delegada, colocar esta no período noturno onde o número de perturbação de sossego é maior. A maioria das vezes o policial vai até local, orienta, é atendido, e ao sair do local a situação perturbadora começa novamente.”

 

O delegado Dr. André também usou a palavra e comentou que o dono do estabelecimento tem responsabilidade sim de pedir ao dono de um veículo abaixar o som uma vez que estando no estabelecimento perturbando o sossego de moradores próximos. Disse também ser contrário de cadeiras e mesas em calçadas, canteiro apesar de que uma vez que se a prefeitura permite o estabelecimento tem responsabilidade, não falando juridicamente, e a fiscalização da PM passe a valer. Se pedi para abaixar o som não respeita e faz, aciona a PM garanto que a Policia Militar resolve. Teremos que resolver de qualquer forma, vamos esperar que este projeto de lei finalize e tenho certeza que a multa será a solução sendo usada de bom senso”. 

 

Uma moradora do bairro Cidade Nova próximo a avenida Pequena do Nascimento desabafou que não aguenta mais a bagunça, sujeira, do local. “Copos descartados nas vias, garrafas quebradas, eles empinam motos, som muito alto, perturbador mesmo, estamos perdidos desabafa a moradora.”

 

O vereador Leandro Moretti disse “embora tenhamos problemas, estamos caminhando para uma solução”, destacou também que a cidade não está largada conforme alguns ressaltam. “Sem dizer, não vejo a cidade completamente abandonada, de fato temos grandes problema, com relação segurança pública concordo precisamos de respaldos da Polícia Militar e Civil”.

 

“O problema não é de hoje, na avenida Newton Reis, a bagunça era feia, menores usando bebida alcoólica, usando drogas, crianças de colo no meio da bagunça, trafico, brigas, dentre elas teve um episódio de tiro no local, muita sujeira, garrafas quebradas, odor de urina forte nas portas de nossas casas, tivemos em 15 dias dois finais de semanas seguidos residências invadidas furtadas. Perdemos totalmente nosso direito de ir e vir em nosso bairro, sem falar no perigo que era passar pelo local dirigindo, pois eles empinavam motos, faziam manobras perigosas com os carros.” 

 

O Tenente Ribeiro destacou que a PM vem fazendo fiscalização nos locais, “já estamos fazendo operação em torno desses comércios, orientamos, estaremos atuando. Uma vez que 190 é acionado para atender a perturbação de sossego, algumas ações nossas vem fazendo efeito, ressalto o exemplo da avenida Newton Reis. Temos feito o possível, porém não é de hoje, a situação vai migrando, o que deveria prevalecer seria o bom sendo do proprietário do estabelecimento, comercio, a PM atua mais em situações de veículos com som alto, orientamos, fiscalizamos e atuamos, porém com este projeto ficara mais fácil. Necessário uma mudança na legislação eficiente que possa agir conforme a lei. Essa questão perturbação de sossego vem nos trazendo vários acionamentos. “

 

Esse projeto de lei se votado favorável valera para todos meios de perturbação sossego, sendo esses Salões de Festas, Edículas, Áreas de Lazer, Barzinhos, Espetinhos com música ao vivo, incluindo também Trenzinhos sendo este abrangido pela lei com possível multa e apreensão.

 

Aguardemos a votação e o resultado final.






 

Texto: Alessandra Barbosa

Fotos: Elaine delegacia

0 comentário

Comentarios


bottom of page