• Renato Gomes

Cartão Merenda não sofre aumento e valor fica em até 6 parcelas R$50

Ainda assim é apenas garantido 3 parcelas sendo que em novembro pode voltar 100% de aulas presenciais, com isso o benefício é cortado. A prefeitura ainda não se manifestou sobre o possível aumento para R$62,50 que poderia existir

No final de setembro houve uma manifestação pacifica em frente a Prefeitura Municipal de Jardinópolis, onde um grupo de mães de alunos da rede municipal reivindicavam o chamado Cartão Merenda, pois o mesmo já estava aprovado por le desde maio, mas nenhum pagamento havia sido feito até então.


Na mesma época, a Prefeitura já estava pronta para fazer o pagamento, mas seria de apenas 3 parcelas no valor de R$50,00 sendo o total de R$150,00. Com a manifestação, o prefeito aceitou receber algumas mães, assim como vereadores e a imprensa, para discutir a questão.

Reunião entre prefeitura, vereadores e mães de alunos ocorrida em setembro. (Foto: Renato Gomes)

Na ocasião pudemos acompanhar o desenrolar da reunião, que ao final ficou acordado o pagamento de 6 parcelas de R$50,00 sendo o total de R$300,00.


Lembrando que esse pagamento poderia ser suspenso caso as aulas retornassem em 100% de presencial, o que está previsto para novembro, sendo assim, seria pago garantido pelo menos 3 parcelas de R$50,00.


A questão é que a prefeitura se propôs a analisar junto ao financeiro, a possibilidade de acrescentar mais 25% em cada parcela, menos na primeira que será entregue no dia 25 de setembro, pois não teria como mudar a tempo, como noticiamos AQUI.


Com isso, caso fosse possível, as próximas 5 parcelas seriam de R$62,50 sendo ao final um total de R$362,50.


A prefeitura afirmou ainda que nos próximos dias após aquela reunião, iria dar uma resposta se seria possível fazer o pagamento desse valor de R$62,50, mas nada mais foi dito desde então.


Hoje (25) é o dia do pagamento da segunda parcela, e foi feita apenas o pagamento de R$50,00 que já estava garantido, mas nada sobre o possível aumento foi divulgado, nem os motivos de não ter sido feito.


Procuramos a Prefeitura e a Secretaria de Educação através da Assessoria de Imprensa, questionando sobre todo o ocorrido, e como resposta foi adiantado que o acordo de 6 parcelas de R$50,00 foi combinado na reunião, sendo que apenas 3 parcelas são garantidas, já que caso os alunos retornem com 100% de presencial, o beneficio seria cortado, o que segundo a previsão seria para novembro, como já informamos aqui.


Ainda assim, o Secretário de Educação Benedito Rafael de Souza ficou de dar uma resposta mais completa o mais breve possível.


Assim que tivermos o retorno, informamos aqui

Foto: Renato Gomes


É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações publicados no site do Jornal Mídia Digital, mesmo reprodução de outro texto, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor conforme Lei nº 9610/98. Contudo, a divulgação ou compartilhamento das publicações originais, apenas as originais, como link ou postagem em redes sociais do Jornal Mídia Digital, estão permitidas

0 comentário