• Renato Gomes

Doria diz que vai vacinar toda a população adulta de SP até 31 de outubro

Até o momento, foram aplicadas pouco mais de 17,5 milhões de doses em todo o estado de São Paulo. A promessa é de imunizar pessoas acima de 18 anos

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse, nesta quarta-feira (2), que toda a população adulta do estado será vacinada contra a covid-19, até o dia 31 de outubro. Há dois dias ele havia dito que o prazo era até o fim do ano, mas que conseguiu adiantar a imunização. Até o momento, foram aplicadas pouco mais de 17,5 milhões de doses. Considerando apenas as pessoas que receberam as duas doses, ou seja, que estão efetivamente protegidas, já são 5,7 milhões imunizados.


"São Paulo vai concluir a vacinação de toda a população até dia 31 de outubro. Originalmente era até dia 31 de dezembro, mas nós fechamos o planejamento estadual e toda a população do estado será vacinada. Serão imunizadas pessoas com mais de 18 anos", disse o governador em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

Calendário de vacinação da população adulta em São Paulo. (Governo de SP/Divulgação)

Doria ainda disse que um lote extra de 30 milhões de doses de vacina, comprado pelo governo de São Paulo do laboratório Sinovac, chega em setembro e pode ser utilizado caso haja algum atraso na entrega de imunizantes por parte do governo federal.


Segundo a coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Regiane de Paula, o cronograma foi elaborado levando em conta as projeções de entregas de vacinas Coronavac, Pfizer e AstraZeneca, previstas pelo Ministério da Saúde. Ajustes podem ser necessários, considerando a segunda dose, que pode ser aplicada em novembro.


Ainda de acordo com Regiane de Paula, a vacinação de crianças e de adolescente ainda não está autorizada pelo Ministério da Saúde, mas assim que houver este aval o estado atualiza o calendário.


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já aprovou o uso no Brasil da vacina da Pfizer para adolescentes acima de 16 anos. Há duas semanas o laboratório pediu para que sejam incluídos também crianças e adolescentes entre 12 e 15 anos, como está liberado nos Estados Unidos. O prazo para uma reposta é de até 30 dias.


Vacinação de pessoas com comorbidades

Nesta quarta-feira, 2, começou a imunização de pessoas com comorbidades e deficiências permanentes com idade entre 30 e 39 anos. De acordo com estimativas da Secretaria da Saúde do estado, são 1,2 milhão de pessoas que fazem parte deste público. No dia 7 de junho começa a vacinação de pessoas com comorbidades e deficiência na faixa de 18 a 29 anos, fechando o grupo prioritário.


Quem se encaixa nestes grupos pode comparecer a uma unidade de saúde e apresentar comprovante da condição de risco. Esta comprovação pode ser feita por meio de exames, receitas, relatório ou prescrição médica, com a identificação do CRM do médico.


Na imagem abaixo feita pela Prefeitura Municipal de Jardinópolis, existem mais informações, no link clicando AQUI tem acesso ao modelo de declaração.

A orientação da equipe de saúde é para que antes de ir a um local de vacinação, a pessoa faça o pré-cadastro no site Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br). Este processo agiliza o tempo de atendimento. Entre as informações pedidas estão nome completo, CPF, endereço, telefone e data de nascimento. O governo do estado também disponibiliza uma lista com todos os locais de vacinação.


Covid-19 em Jardinópolis

Abaixo o boletim com os dados da covid-19 na cidade, divulgados hoje (2).

Fonte: Governo do Estado de SP / Exame.com

Foto capa: Divulgação / Governo do Estado de SP


É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações publicados no site do Jornal Mídia Digital, mesmo reprodução de outro texto, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor conforme Lei nº 9610/98. Contudo, a divulgação ou compartilhamento das publicações originais, apenas as originais, como link ou postagem em redes sociais do Jornal Mídia Digital, estão permitidas


0 comentário