• Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Twitter Preto
  • Preto Ícone Instagram
  • Renato Gomes

Mulher reage a tentativa de roubo no bairro São Jorge

Comércio sofreu tentativa de roubo e furto cinco vezes nos últimos dois anos

No início da tarde de sábado (11), um comércio de salgados do bairro São Jorge, em Jardinópolis-SP, sofreu uma tentativa de roubo. De acordo com a proprietária, essa é a quinta vez que esse tipo de situação acontece de 2018 para cá.


Segundo ela, três pessoas de sua família estavam trabalhando na salgaderia, onde também estava o entregador, quando dois rapazes, um deles armado, entraram e anunciaram o roubo.


O entregador ficou na mira do revólver o tempo todo e o outro indivíduo pedia dinheiro e ouro. Ao arrancar a correntinha de uma das meninas, Daiana Orioli reagiu e partiu para cima dele, que revidou com socos.


Ambos saíram do estabelecimento e, antes de irem embora, deixaram o objeto da menina.


Toda a ação foi gravada pelo circuito interno de câmeras e as imagens foram divulgadas nas redes sociais.


(No vídeo: Imagens do circuito interno de câmera)


A Polícia Militar foi acionada e imediatamente as viaturas compareceram ao local e fizeram patrulhamento pelo bairro, com o auxílio do helicóptero águia, com vistas aos infratores, porém, nenhum deles foi localizado.


De acordo com a PM, as características dos autores já são conhecidas e as equipes estão efetuando diligências para localizá-los.


Outros fatos

A proprietária relatou que está cansada de ser alvo de bandidos. Segundo ela, o primeiro roubo em seu comércio aconteceu no ano de 2018, quando dois rapazes armados levaram um celular e R$ 80. Ela registrou o Boletim de Ocorrência.


No início de 2019 todas as câmeras do exterior do imóvel foram furtadas.


Já no começo de 2020 ela estava chegando do trabalho, de madrugada, quando foi abordada. Tentaram entrar, mas não conseguiram.


Em seguida o veículo da salgaderia, que estava estacionado em frente ao comércio, foi furtado também de madrugada. Levaram o rádio e R$ 30 que estavam no interior da Fiorino.


Há cerca de quatro meses, quando a proprietária estava chegando em casa com seu carro particular, avistou um indivíduo dentro do veículo do comércio. O rádio, que havia sido reposto, já estava sendo retirado novamente.


Nos últimos quatro fatos ela não registrou a ocorrência o que, de acordo com a PM, dificulta o trabalho de investigação.

Texto: Camila Vacilotto

JARDNET-BANNER-TOPO.jpeg
  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Twitter Preto
  • Preto Ícone Instagram

© 2019 Mídia Digital por Renato Gomes