• Renato Gomes

Prefeito de Jardinópolis se reúne com comerciantes para discutir possíveis mudanças no Lockdown

Durante manifestação organizada por comerciantes de Jardinópolis, o prefeito Paulo Brigliadori (Cidadania) se reuniu com alguns comerciantes para discutir possíveis mudanças no Decreto do chamado Lockdown. O Prefeito e os secretários concordaram em rever algumas coisas, e em breve algum novo Decreto, ou alguma nota, deve ser divulgada

Na noite da última segunda-feira (31), a Prefeitura Municipal de Jardinópolis divulgou dois decretos com novas medidas para o combate da pandemia de Covid-19, um dos decretos colocava a cidade no chamado Lockdown.


Esse decreto valia entre o dia 3 de junho até o dia 13 de junho, sendo então 10 dias com quase todos os comércios fechados, e o pouco que poderia abrir, teria várias restrições de funcionamento e horário reduzido de atendimento.


Com toda essa situação, alguns comerciantes se uniram para uma manifestação pacífica em frente á Prefeitura Municipal na manhã desta terça-feira (1º).


Enquanto a manifestação acontecia, o prefeito municipal, Paulo José Brigliadori (Cidadania), recebeu alguns comerciantes para discutirem a situação da cidade e das medidas publicadas no decreto.


Estavam presentes na reunião, além do prefeito, a Secretária de Saúde Ivanice Maria Cestari Dandaro, o Diretor Técnico do Pronto Atendimento Geral "Leni Balan Jacomini" Dr. Rosnei Merlin, o Secretaria de Administração e Planejamento Jefte Segatto de Sousa, e o Secretaria de Negócios e Assuntos Jurídicos Dr. Denilson de Oliveira.

Prefeito e secretários durante reunião. (Foto: Renato Gomes)

Entre os comerciantes estavam Arthur Fregonesi dos Postos Matriz e Avenida, e Marcelo Mateusse da Padaria Sta Rita, além do Presidente da Associação Comercial e Industrial de Jardinópolis (ACIJ) Rafael Pires Martins. Durante a reunião chegaram os vereadores Gustavo de Saba (MDB) e Agnaldo Gêmeo (MDB), e representando a imprensa, o Jornal Mídia Digital.

Os comerciantes Marcelo Mateusse, Rafael Martins e Arthur Fregonesi. (Foto: Renato Gomes)
Vereadores Agnaldo Gemeo e Gustavo Sabá. (Foto: Renato Gomes)

Todos os presentes permaneceram usando máscara, mantendo distanciamento e com álcool em gel a disposição.


Os comerciantes apontaram todos os problemas causados pelo lockdown no dia a dia, tanto dos comerciantes, como dos funcionários, sem contar o problema causado pelo fechamento em Jardinópolis, mas em Ribeirão Preto sendo aberto.


O principal argumento, nesse caso para os comerciantes, é que como Jardinópolis vai fechar o comércio até o dia 13, mas em Ribeirão Preto vai ser aberto no dia 7, muitas pessoas irão fazer compras em Ribeirão, se aglomerando e possivelmente trazendo mais do vírus para Jardinópolis.


O problema, segundo os comerciantes, é que como está no início do mês, além de ser época de pagamento, e ainda mais pelo fato de estar muito próximo ao Dia dos Namorados, quando o comércio tem uma alta na movimentação, isso vai forçar a população a gastar e consumir fora da cidade, além de como dito acima, trazer mais pessoas infectadas.


O prefeito e os seus secretários explicaram a situação crítica em que a saúde se encontra, com os leitos ocupados, e sem espaço para novos casos mais pesados, além do consumo de oxigênio e insumos hospitalares, que por conta dos casos cada dia maiores de Covid-19, tem causado problemas que podem vir a colapsar, caso a contaminação não seja controlada.


Tanto a secretária de saúde, Ivanice, como o Diretor do PA, Dr. Rosnei, explicaram toda a situação do dia a dia do PA-2, a ala destinada ao tratamento da Covid-19, e os motivos pelo qual o decreto foi feito da forma que foi publicado.


Dr. Rosnei explicando a situação do PA. (Foto: Renato Gomes)

Mesmo a situação do PA ainda sendo boa, com relação ao tratamento, muitas vezes sendo melhor até que muitos hospitais maiores da região, o maior problema é em manter as pessoas mais críticas entubadas na cidade. Segundo a secretária Ivanice, a manutenção da regulação, que é o movimento dos pacientes de um local ao outro, ou no caso, do PA até um outro hospital da região, não seria pelas condições ruins do PA, mas para liberar espaço para outras pessoas que possam vir a precisar de algum tratamento.


Segundo o Prefeito Paulo, ele e outros secretários já teriam inclusive conversado com representantes do governo do Estado de São Paulo, pedindo a abertura de um Hospital de Campanha na região de Jardinópolis, e a resposta é que eles iriam estudar a situação para ver como agir, e até agora nada nesse sentido foi feito.

Prefeito Paulo fala sobre os pedidos ao governo do estado. (Foto: Renato Gomes)

Os comerciantes pediram então que o prefeito e seus secretários, tentassem mesmo assim flexibilizar a situação do comércio, tendo em vista principalmente a situação de Ribeirão Preto. Entre as ideias foi sugerido manter o drive thru, e aumentar o horário de atendimento dos deliverys, além de permitir a retirada de produtos mesmo o cliente estando a pé, o chamado take awey, mas impedindo a consumação ou permanência no local, entre outras possíveis mudanças.


O prefeito e os secretários se comprometeram em conversar e discutir o que poderia ser feito para diminuir as restrições, mas mantendo as regras para evitar mais ainda a proliferação do coronavírus.


Até o fechamento desta matéria não tinha sido divulgado alguma mudança, mas segundo informações, já está em desenvolvimento um novo decreto, ou uma edição no decreto do lockdown com algumas mudanças que podem ser divulgadas ainda hoje (1º).


Segundo o Boletim diário divulgado pela Prefeitura, Jardinópolis está hoje (1º) com 3.410 casos confirmados e 130 óbitos em decorrências da Covid-19 desde o início da pandemia.


Manifestação


Enquanto acontecia a reunião entre a Prefeitura e alguns comerciantes sobre o novo decreto de lockdown, do lado de fora da prefeitura vários outros comerciantes se manifestavam contra o decreto.


Aproximadamente umas 100 pessoas, talvez mais, estavam presentes, gritando palavras de ordem, além de barulhos com apitos e buzinas de veículos. Num determinado momento tocou o hino nacional.


Manifestantes se preparando para o o ato pacífico. (Foto: Cristhiano Lelé/Jornal A Cidade de Jardinópolis)
Manifestação em frente da Prefeitura Municipal. (Foto: Cristhiano Lelé/Jornal A Cidade de Jardinópolis)

Manifestantes e Polícia Militar. (Foto: Renato Gomes)

A Polícia Militar acompanhou de perto, sem nenhuma confusão ou problema, a manifestação seguiu pacífica até o final.

Foto capa e reunião: Renato Gomes

Fotos manifestação: Cristhiano Lelé/Jornal A Cidade de Jardinópolis


É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações publicados no site do Jornal Mídia Digital, mesmo reprodução de outro texto, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor conforme Lei nº 9610/98. Contudo, a divulgação ou compartilhamento das publicações originais, apenas as originais, como link ou postagem em redes sociais do Jornal Mídia Digital, estão permitidas

0 comentário