• Renato Gomes

Comerciantes protestam contra o novo Decreto que permite apenas comércios essenciais de funcionar

Organizado pela ACIJ, participaram do buzinaço aproximadamente 100 veículos, de mais de 80 comércios diferentes de Jardinópolis e Jurucê

Na manha deste sábado (30), foi realizado um protesto pacífico em Jardinópolis organizado pela Associação Comercial e Industrial de Jardinópolis (ACIJ), o protesto foi contra o novo Decreto criado publicado pela Prefeitura Municipal de Jardinópolis, que segue as regras do Plano São Paulo, onde toda a região ficou na fase vermelha. Com esse novo Decreto publicado na tarde de ontem (29), apenas os comércios essenciais podem funcionar, e ainda assim com várias restrições, no combate a pandemia do coronavírus.

Carreata passando pela praça Matriz. (Foto: Renato Gomes)

Segundo o presidente da ACIJ, Rafael Rodrigues Pires Martins, fizeram parte da carreata aproximadamente 100 veículos, de mais de 80 comércios diferentes de Jardinópolis e Jurucê.


"Hoje mostramos a força do nosso comércio, nossa cidade não pode pagar essa conta, precisamos trabalhar. Digo aos comerciantes que podem contar com a ACIJ, estamos juntos, vamos lutar por todos", comentou Rafael.

Presidente da ACIJ, Rafael Martins durante manifestação. (Foto: Renato Gomes)

O grupo circulou em seus veículos, carros, caminhonetes e motos, pelas ruas e avenidas de Jardinópolis, buzinando e gritando palavras de ordem como "Todo comercio é essencial" e "Jardinópolis precisa trabalhar". Vários cartazes com frases foram feitos e colados nos veículos.

Cartazes foram colados nas laterais dos veículos. (Foto: Renato Gomes)

A manifestação seguiu pacificamente até a praça da Matriz, onde os veículos foram se dispersando.

Fotos: Renato Gomes

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações publicados no site do Jornal Mídia Digital, mesmo reprodução de outro texto, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor conforme Lei nº 9610/98. Contudo, a divulgação ou compartilhamento das publicações originais, apenas as originais, como link ou postagem em redes sociais do Jornal Mídia Digital, estão permitidas.


0 comentário