• Renato Gomes

Fase vermelha do Plano São Paulo em Jardinópolis

Todos os municípios de São Paulo vão ficar na quarentena mais rígida aos sábados, domingos, feriados e no período noturno. Acompanhe o que muda em Jardinópolis com o novo decreto publicado nesta sexta-feira (22).

A piora nos números da Covid-19 em São Paulo levou o governo do estado a anunciar, nesta sexta-feira (22), um endurecimento da quarentena, com o adiamento da volta às aulas, o cancelamento das cirurgias eletivas no estado e a reabertura de um hospital de campanha na capital.


Nenhuma cidade está mais na fase amarela, que compreendia a maior parte do estado no começo deste mês.


Sete regiões - Franca, Barretos, Presidente Prudente, Marília, Bauru, Sorocaba e Taubaté - foram para a fase vermelha, a mais rígida do Plano. As demais, inclusive a região da Grande São Paulo, estão na fase laranja.


A fase vermelha, porém, estará em vigor em todo o estado à noite (das 20h às 6h) em todos os dias da semana e 24h aos fins de semana e feriados das próximas duas semanas (25, 30 e 31 de janeiro; 6 e 7 de fevereiro). Logo, apenas atividades essenciais poderão funcionar nesses períodos.


"Essas são as medidas necessárias para reforçar o sistema de saúde e garantir o atendimento a todos", afirmou o governador João Doria (PSDB).


Marcada anteriormente para 1º de fevereiro, a volta às aulas foi adiada para o dia 8 e a presença dos alunos não será mais obrigatória durante as fases vermelha e laranja do Plano. A medida vale apenas para a rede pública do estado.


Fase Vermelha em Jardinópolis


Com o Decreto nº 6307/2021, publicado pela Prefeitura Municipal de Jardinópolis na tarde desta sexta-feira (22), todas as medidas que fazem parte da fase laranja (Clique AQUI para mais informações) continuam valendo e se mantem as mesmas regras, mas novas regras agora são colocadas principalmente aos finais de semana.

Segundo o Plano São Paulo, a fase vermelha vale todos os dias da semana, a partir das 20h até às 6h, e aos finais de semana e feriados, (dias 30 e 31 de janeiro; 6 e 7 de fevereiro) vale durante 24h.


Ou seja, durante esse período mencionado acima, apenas os chamados serviços essenciais podem funcionar, e segundo o Plano São Paulo são eles:

  • Farmácias

  • Mercados

  • Padarias

  • Açougues

  • Postos de combustíveis

  • Lavanderias

  • Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô

  • Transportadoras, oficinas de veículos

  • Atividades religiosas

  • Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria.

  • Bancos

  • Pet shops

Todo o resto fica proibido de funcionar nos dias e horários apontados acima. O próprio decreto da prefeitura não menciona quais são os serviços essenciais que entraram nesta lista, mas na postagem em sua página oficial, a prefeitura pede para que as pessoas entrem no link apontado no decreto para saber o que é permitido e vedado nas fases.


O link em questão é esse - https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp


Para conferir o Decreto nº 6307/2021 clique AQUI.


As medidas entrarão em vigor a partir de segunda-feira (25), valendo até o dia 7 de fevereiro.

Foto capa: Renato Gomes / Acervo Jornal Mídia Digital

Fontes: Diário Oficial de Jardinópolis / CNN / G1 / ACidadeON

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações publicados no site do Jornal Mídia Digital, mesmo reprodução de outro texto, por qualquer meio, sem prévia autorização do autor conforme Lei nº 9610/98. Contudo, a divulgação ou compartilhamento das publicações originais, apenas as originais, como link ou postagem em redes sociais do Jornal Mídia Digital, estão permitidas.


0 comentário