• Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Twitter Preto
  • Preto Ícone Instagram
  • Renato Gomes

Voluntários vem trabalhando para restaurar a Santa Casa de Jardinópolis

Grupo formado por voluntários de Jardinópolis vem realizando trabalhos de restauração e resgate da Santa Casa. O empresário Renê Abbad, Administrador Provisório da Entidade, conta como o trabalho vem sendo feito

A Santa Casa de Misericórdia de Jardinópolis, fundada em 1920, completaria agora dia 1º de agosto, 100 anos, mas ela foi fechada em 2009 depois de vários problemas financeiros. Anos depois chegou a ir a leilão, uma parte do prédio, 34% ainda na justiça, foi dado como pagamento do crédito trabalhista a uma médica, mas a maior parte ainda pertence a entidade.

Capela de Santa Isabel e Hospital e Santa Casa de Misericórdia, 1955. (Foto: Luis Francisco Lé de Castro)
Frente da Santa Casa antes das primeiras limpezas e reformas. (Foto: Renê Abbad/Divulgação)
Frente da Santa Casa após jateamento e primeiras limpezas. (Foto: Renato Gomes)

Em 2014 foi a vez do Pronto Socorro que ficava junto ao prédio do Hospital ser fechado, junto com a Capela de Santa Isabel. O PS foi transferido para as dependências do Pronto Atendimento "Leni Balan Jacomini".


Foram longos anos de abandono do prédio, onde o local acabou servindo por várias vezes como dormitório para pessoas de situação de rua, como para usuários de drogas.


A degradação do prédio chama a atenção de quem passa por ele, ainda mais que fica localizado ao lado da Prefeitura Municipal de Jardinópolis, o tráfego de pessoas é grande, e uma dessas pessoas que sempre que passava por ali ficava impressionado com a situação do prédio, foi o empresário Renê Abbad.


Nesta semana circularam pelas redes sociais, fotos e vídeos de um grupo de pessoas fazendo a limpeza da antiga Capela de Santa Isabel, e da fachada da Santa Casa. Esse grupo é formado por voluntários que tem como objetivo resgatar o prédio, e quem sabe um dia, mesmo que distante, poder trazer de volta esse importante hospital de Jardinópolis, local onde entre outras alas, tinha uma maternidade, sendo ali, o local de nascimento de inúmeros jardinopolenses.

Capela de Santa Isabel antes das primeiras reformas e restaurações. (Foto: Renê Abbad/Divulgação)
Capela já com a nova pintura, sem a parede de tijolos que fechava a entrada e toda a frente limpa. (Foto: Renato Gomes)

Numa conversa com Renê, a ideia de restauração surgiu justamente pela situação precária que o prédio se encontra. Em maio desse ano ele se reuniu com o Prefeito Municipal Paulo Briglidori e outras pessoas para discutir toda a situação do local. Foi então aos poucos formando um grupo de voluntário, que eles chamam de Guardiões da Santa Casa, formado por 28 pessoas da cidade de Jardinópolis, dentre elas, 5 advogados que ajudam nas questões jurídicas que o prédio se encontra.


Entre essas questões foi levantado que a ultima mesa diretora da Santa Casa foi formada em 2010 e o termino da gestão foi em 2013, ficando desde então com todos os cargos vagos. Foi então decidido que um dos caminhos para se montar uma nova diretoria e voltar a ter uma gestão da entidade seria dentro da justiça. Foi então que a justiça nomeou Renê Addad como Administrador Provisório da Entidade.


Começaram então a desenvolver grupos de trabalho, criando então algumas ações iniciais. A primeira foi começar a organizar toda a parte administrativa, onde o grupo teve acesso ao acervo dos documentos da entidade junta a Prefeitura, com a colaboração do Procurador e do Prefeito de Jardinópolis.


Logo em seguida começaram junto ao Padre Marcelo Luíz Machado, Pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, a ajudar na recuperação e restauração da Capela de Santa Isabel nas dependências do prédio da Santa Casa. Foram esses momentos que circularam as fotos de alguns voluntários trabalhando no local.

Renê afirma que tinham muitos planos ainda para esse ano, justamente por ser comemorado os 100 anos da Santa Casa agora no próximo sábado dia 1º de agosto de 2020, mas que infelizmente por conta da situação da pandemia, não vão poder realizar. Entre as ações planejadas, foi feito um contato com a Santa Casa de Ribeirão Preto, para realizar no dia 1º, caso fosse possível, o nascimento de uma criança em Jardinópolis, marcando assim um recomeço da Entidade.


Seria realizado uma Missa Campal na frente da Igreja Matriz, com um bolo gigante que seria cortado e distribuído a população, mas justamente pelos Decretos e pelo risco da Covid-19, essas ações foram descartadas.


O que vai acontecer de fato é uma benção no dia 1º na Capela, tendo em vista que seja então se possível, feita a reabertura de fato do local, já que a limpeza e algumas reformas no local já foram feitas e a própria Imagem da Santa Isabel, já foi restaurada e devolvida ao Pe Marcelo.


Toda parte jurídica e outros problemas que ainda existem com o local, vão ser tratados no decorrer do tempo.


Quem quiser saber mais sobre toda a História da Santa Casa de Misericórdia de Jardinópolis, acompanhe clicando AQUI, o 1º Midiacast, um podcast realizado no ano de 2018, com participação do jornalista e historiador Luiz Francisco Lé de Castro.

Foto capa: Renato Gomes

Fontes: Renê Abbad / Luiz Francisco Lé de Castro

JARDNET-BANNER-TOPO.jpeg
  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Twitter Preto
  • Preto Ícone Instagram

© 2019 Mídia Digital por Renato Gomes